Você está aqui:

Doar sangue

Atualizado em 17/08/2018 às 14:59

O que é

Processo pelo qual as unidades da Fundação Hemominas recebem e avaliam os candidatos à doação de sangue para verificar quem se encontra ou não apto a doar, segundo critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e órgãos internacionais de Acreditação. Os candidatos passam por procedimentos como conscientização, cadastro, triagem clínica, triagem hematológica, e aqueles considerados aptos são encaminhados para a coleta do sangue. O sangue doado será fracionado e destinado a transfusões de pacientes em tratamento na própria Fundação e/ou de instituições de saúde públicas e/ou privadas.

Quem pode utilizar este serviço?

  • Pessoas entre 16 e 69 anos. Mas, atenção: se o candidato à doação de sangue tem entre 16 e 17 anos ou mais de 60 anos, é importante conhecer as Normas e documentos necessários para doação de sangue.
  • Quem estiver em boas condições gerais de saúde; 
  • Quem mantém um estilo de vida saudável e não se expõe a situações com risco acrescido para aquisição de doenças infecciosas e sexualmente transmissíveis.
  • Quem pesa acima de 50 kg;
  • Mulheres, mesmo se menstruadas ou em uso de anticoncepcionais.

Obs.: Quem não pode doar?

  • Quem teve hepatite após os 11 anos de idade, exceto se tiver comprovação laboratorial da época em que foi diagnosticada a hepatite A (IgM positiva).
  • Quem teve exposição a situações de risco acrescido para doenças infecciosas  e sexualmente transmissíveis nos últimos 12 meses;
  • Quem teve gripe, resfriado ou diarreia nos sete dias anteriores à doação;
  • Quem ingeriu bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação;
  • Quem já usou alguma vez drogas injetáveis;
  • Quem apresenta ferimento ainda não cicatrizado;
  • Quem estiver grávida ou em período de amamentação; após o parto normal é necessário aguardar três (3) meses e após cesárea, seis (6) meses;
  • Quem fez qualquer exame ou procedimento endoscópico nos últimos seis (6) meses;
  • Quem fez cirurgia por laparoscopia nos últimos seis (6) meses;
  • Quem fez tatuagem nos últimos 12 meses;
  • Quem fez tratamento dentário recente (a pessoa pode ser impedida de doar por um período de 1 a 30 dias, conforme o caso).
  • Quem colocou piercing: em condições de antissepsia adequadas aguardar seis (6) meses, e 12 meses quando não for possível avaliar. Quando localizado em área genital ou na boca, somente poderá ser liberada a doação 12 meses após sua retirada.

Órgão responsável

Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Minas Gerais - Hemominas

Etapas para realização deste serviço

1
Agendar atendimento

1 - Acessar a página da Hemominas, ir até a opção agende sua doação, preencher os dados necessários e agendar on line seu atendimento, confirmando seu agendamento ao final.

2 – Agendar pelo aplicativo MG App

3 – Agendar pelo 155 – Opção 1

Cuidados:

É necessário guardar o número de protocolo para consultar ou cancelar seu agendamento.

Valor

Não se aplica

Canais de Prestação

Telefone

​​​155 – Opção 1
2
Comparecer à Unidade agendada

Comparecer presencialmente a uma das unidades, resguardando-se a prioridade dos candidatos: portadores de necessidades especiais e idosos (acima de 60 anos); doadores convidados;doadores agendados; doadores voluntários ou de repetição.

O doador irá informar seus dados pessoais e receberá um código que o acompanhará durante todo o processo de doação.

Na unidade fará alguns procedimentos:

  • Conscientização: Receber noções gerais sobre o processo de doação de sangue, requisitos, importância do ato de doar e da veracidade de suas respostas e responsabilidade legal sobre as mesmas.
  • Cadastro: O candidato à doação informa seus dados pessoais, telefone, endereço, e-mail, CEP, profissão, naturalidade, nacionalidade, entre outros. É indispensável a apresentação de um documento original e oficial com foto, filiação e assinatura.
  • Triagem Clínica: Realizar procedimentos  de aferição dos dados vitais (pressão arterial, pulso, temperatura, peso e altura). Abrange também a entrevista confidencial que tem como objetivo a segurança do doador e do receptor. É de extrema importância que o doador seja honesto e correto em suas respostas. É o processo mais importante na manutenção da qualidade transfusional, pois ao analisar os resultados das avaliações descritas acima e comportamento pregresso do doador pode-se avaliar se há risco em realizar a coleta, tanto para o doador quanto para o receptor.
  • Triagem Hematológica: Esse exame verifica se o candidato à doação possui nível de hemoglobina dentro dos parâmetros adequados. É utilizado o equipamento NBM 200, sem a necessidade de punção digital, para verificar ocorrência ou não de anemia. Caso esteja abaixo ou acima dos valores normais, o candidato é orientado a procurar o serviço de saúde. Pessoas com anemia não podem doar.
  • Pré-lanche: O candidato à doação recebe um lanche e um suco antes da coleta do sangue.
  • Doação de Sangue: O sangue é coletado utilizando-se material totalmente descartável, estéril e de uso único. O procedimento é realizado por profissionais altamente capacitados e com segurança. A doação dura cerca de 10 minutos. Serão coletados em torno de 450 ml de sangue e amostras para realização de exames laboratoriais obrigatórios
  • Pós-lanche: Após a doação, o doador será encaminhado para um lanche para auxiliar na sua hidratação e repor o volume doado. Deve permanecer no banco de sangue por aproximadamente 15 minutos após a doação e deixar o local somente se estiver se sentindo bem.
  • O tempo estimado para todas as etapas do ciclo é em torno de uma hora e trinta minutos (1h30), mas pode ter alterações diante do número de candidatos.

Documentação

  • Apresentar um dos documentos abaixo, original e oficial com foto, filiação e assinatura.

- Carteira de identidade,

- Carteiras de Conselhos de Classe reconhecidos oficialmente,

- Carteira de Trabalho,

- Certificado de Reservista,

- Carteira Nacional de Habilitação.

- Passaporte

Obs.: Menores de 16 anos:

Autorização Menor

Termo de Consentimento

 

3
Retirar Resultado

O resultado da doação de sangue somente pode ser retirado pelo próprio doador na unidade da Hemominas onde doou, após 30 dias da data da doação.

Obs.: Caso seja necessário repetir algum dos exames de triagem do sangue, o doador receberá uma carta convidando para comparecer à unidade em que doou o sangue para coleta de nova amostra. Não deixe de comparecer, caso receba.

Documentação

Documento de identificação oficial

Quanto tempo leva?

A coleta do sangue é bem rápida: leva de 8 a 12 minutos. Mas o processo todo, para um doador agendado, dura cerca de uma hora (1h) a 1 hora e meia (1h30), devido aos procedimentos necessários, anteriores à doação propriamente dita.

Para doar, o candidato não pode estar em jejum. Se a doação de sangue for feita pela manhã, é preciso que o candidato à doação tenha se alimentado. Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, deve-se esperar três horas.

Legislação

Clique para acessar a Portaria do Ministério da Saúde 2.712/2013.

Portaria de Consolidação Nº 5, de 28 de Setembro de 2017

Outras informações

  1. Outras Informações
  • A “Autorização para Doador Menor” está disponível no site da Hemominas ou na própria Unidade.
  • Caso seja necessário repetir algum dos exames de triagem do sangue, o doador receberá uma carta convidando para comparecer à unidade em que doou o sangue para coleta de nova amostra. Não deixe de comparecer, caso receba.

Dúvidas frequentes

O procedimento oferece algum risco de aquisição de doenças?

Não. A doação é totalmente segura. Todo o material usado para a coleta de sangue é individual, os materiais utilizados, como a agulha e os cateteres são descartáveis, apirogênico (não causa febre) e estéril.

Quanto sangue é retirado?

São 450 mililitros. Esse volume pode salvar a vida de até quatro pessoas.

Onde eu posso doar?

Nos principais hemocentros próximos de sua casa.

Existem algumas doenças que impedem a doação de sangue?

Doenças agudas e autolimitadas podem requerer alguns dias para liberação da doação; algumas doenças crônicas, ou aquelas que causem alguma sequela, podem impedir definitivamente a doação. Verifique em Condições e Restrições as doenças que impedem a doação de sangue.

E quanto tempo eu tenho que esperar entre uma doação e outra?

Os homens podem doar a cada 60 dias. Já as mulheres devem aguardar três meses. O homem pode doar 4 vezes por ano, e a mulher, 3 vezes por ano.E depois de doar sangue, devo seguir alguma recomendação médica?

  • Aguardar, no mínimo, uma hora para dirigir curtos percursos e duas horas para viagens;
  • Não fumar por, no mínimo, duas horas;
  • Não pegar peso com o braço utilizado para a doação;
  • Não fazer exercício físico acentuado nas 12 horas subsequentes à doação (andar de bicicleta, carregar peso, fazer ginásticas, faxinas domésticas, lavar roupas a mão).

O menor de 18 anos pode doar sangue? 

Atendendo à Portaria de Consolidação Nº 5, de 28 de Setembro de 2017, a Fundação Hemominas promove coleta de sangue de candidatos com 16 e 17 anos em todas as suas Unidades Regionais, munidos de documento de identidade original e oficial com foto, que atenderem a uma das seguintes situações:

  • Acompanhado pelo responsável legal (pai/mãe/guardião/tutor), munido de documento de identidade original e oficial com foto e fotocópia do documento de identificação, que vai preencher e assinar a Autorização no local da doação. No caso de guardião ou tutor, apresentar fotocópia autenticada do Termo de Guarda ou de Tutela e fotocópia do documento de identificação;
  • Desacompanhado, portando autorização preenchida e assinada pelo responsável legal (pai/mãe/guardião/tutor), portando fotocópia do documento desse, constante da Autorização. No caso de guardião ou tutor, apresentar fotocópia autenticada do termo de Guarda ou de Tutela;
  • Desacompanhado, se emancipado, portando fotocópia autenticada do documento que comprova a emancipação. A certidão de casamento do menor é comprovação da emancipação.

É imprescindível o preenchimento de todo o formulário de autorização, inclusive telefones de contato do responsável, para o caso de intercorrências com o doador.

Unidades onde o serviço é prestado