Você está aqui:

Delfim Moreira da Costa Ribeiro

Delfim Moreira da Costa Ribeiro
Mandato de: 
07/09/1914 até 07/09/1918

Delfim Moreira da Costa Ribeiro (07/09/1914 a 07/09/1918)
Natural de Cristina (MG), nasceu em 7 de novembro de 1868 e faleceu em 1º de julho de 1920
Filho de Antônio Moreira da Costa e Maria Cândida Ribeiro
Formação: Direito pela Universidade de São Paulo - 1890

Atividades

  • Advogado
  • Deputado estadual -1894 a 1902
  • Secretário do Interior do Estado de Minas Gerais - 1902 a 1906
  • Deputado federal - 1909 a 1911
  • Presidente do Estado de Minas Gerais - 1914 a 1918
  • Presidente do Brasil - 1918 a 1919

Trajetória

Logo após se formar em Direito pela Universidade de São Paulo, Delfim Moreira ocupou o cargo de juiz municipal em Santa Rita, tornando-se vereador e presidente da Câmara Municipal na cidade. Pertencente à geração de republicanos históricos mineiros, foi deputado estadual de 1894 a 1902, sendo nomeado secretário do interior de Minas Gerais.

Em 1918, foi eleito vice-presidente da República na chapa de Rodrigues Alves, que foi vítima da Gripe Espanhola e faleceu antes mesmo de ser empossado. Delfim Moreira assumiu a Presidência até que fossem convocadas novas eleições. O próprio Delfim Moreira também não dispunha de boas condições de saúde. Seu curto mandato ficou conhecido como regência republicana e foi considerado um período assinalado por vários problemas sociais e greves. O presidente, porém, parecia menosprezar essa crise, dizendo que "as greves não passavam de casos de polícia".

Em 13 de maio de 1919, após disputa com Rui Barbosa, Epitácio Pessoa foi eleito o novo presidente da República, e Delfim Moreira passou-lhe o cargo, voltando à Vice-Presidência. Quando faleceu na cidade de Santa Rita do Sapucaí/MG, ainda ocupava a Vice-Presidência do governo de Epitácio Pessoa.